Topo
Blog do Bolívia

Blog do Bolívia

Categorias

Histórico

Botafogo foi amassado, deu a vida, mas levou o castigo no finalzinho

Bolívia

07/11/2019 22h05

Comparar a diferença na tabela, o momento e o futebol jogado chega a ser covardia. Se perdesse o clássico, o Botafogo chegaria à temida zona de rebaixamento. A torcida compareceu e cantou muito no Nilton Santos. E o time entrou em campo com pilha máxima para tentar parar o Mengão sem freio.

A pilha veio na forma de vontade, concentração e botinada. Se não dava pra parar na bola, o Fogão não tinha vergonha nenhuma de fazer a falta. O jogo teve pouca bola rolando no primeiro tempo e muito bate-boca. O Botafogo começou bem e chegou algumas vezes, principalmente pelo lado direito. Luiz Fernando metia velocidade em cima de Renê, ponto mais vulnerável na defesa do líder, e ganhava todas. Depois o Flamengo começou a se impor e também levou algum perigo com as tramas entre Bruno Henrique, Everton Ribeiro, Vitinho e Gabigol.

No começo do segundo tempo, Luiz Fernando levou o segundo amarelo e foi expulso. Se o Botafogo tinha uma válvula de escape, nessa hora perdeu o contra-ataque. E a partir daí foi um bombardeio, mas a bola do Mengão não queria entrar de jeito nenhum! Ela vinha de todo jeito: chute de fora da área, de dentro, de cabeça… Mas hoje a pontaria não estava calibrada… Até os 44 do segundo tempo.

O gol do Mengão cada vez mais líder veio na assistência do Bruno Henrique, sempre ele, pela esquerda. Lincoln, que entrou no lugar do Vitinho, meteu pra dentro. Time em fase encantada é assim: quando Gabigol não marca e Vitinho isola, entra o menino do banco e resolve.

A torcida da casa não parou de cantar mesmo assim. Pro botafoguense, foi um castigo dolorido no finalzinho que bota o time na zona de rebaixamento. Pro rubro-negro, um alívio depois de martelar durante todo o segundo tempo.

 

Sobre o Autor

Jornalista de formação, amante do futebol por paixão e corneteiro por vocação. Apresentador do canal Desimpedidos. Comanda o Bolívia Talk Show.

Sobre o Blog

As opiniões do personagem não refletem necessariamente a opinião do homem por trás da máscara. Mas quase sempre sim.

Blog do Bolívia