Topo
Blog do Bolívia

Blog do Bolívia

Categorias

Histórico

Cuesta? Moledo? Bruno Henrique desmontou a defesa do Inter

Bolívia

21/08/2019 23h41

Hoje não teve Lei do Ex. Não teve gol do Paolo. Não teve subidas de Edenílson e Patrick. Não teve show do D'Ale. E nem a defesa poderosa de Cuesta e Moledo. O Inter foi desmontado no Maracanã.

O primeiro tempo foi mais truncado e equilibrado. Lomba pegou uma aqui, outra ali. Guerrero tentou chutar, mas foi travado. Gabigol também. Depois do intervalo, o Mengão se impôs. E o melhor jogador do time, o mais decisivo, apareceu de novo. Ele, que fez dois e participou dos quatro gols no Vasco. Bruno Henrique, jogador de Seleção sim senhor, começou a jogada, se enroscou, a bola sobrou para Gerson que, de primeira, deixou o Bruno Henrique empurrar pro gol vazio. Como entrou bem no time esse Gerson!

A famosa defesa colorada deixava espaços. Ou será que foi o ataque do Flamengo que inventou? Em mais uma bola recebida na meia-lua, BH foi pra cima do Cuesta, deixou o zagueiro na saudade e chutou cruzado, perfeito. Lomba nem se mexeu. O argentino ficou de quatro no chão, olhando a bola entrar. Que fase desse moleque!

Gabigol teve a chance de praticamente liquidar o duelo ao fazer o terceiro. Outra jogada do Bruno Henrique. Outro lançamento perfeito do Gerson. O camisa 9 furou. O Inter morreu e voltou à vida nesse lance. Assim como teria feito um gol que praticamente valeria por dois na jogada do Nico Lopez e voltou à realidade dos dois gols negativos quando ele pegou mal na bola, cara do gol, e chutou pra fora.

Vai ser outro jogo no Beira-Rio, avisou o Rafael Sóbis. Pode ser, não tem nada definido. Só que hoje nem a defesa do Inter funcionou. E é melhor avisar o Bruno Henrique, porque ele está com uma mania chata de decidir todo jogo.

 

Sobre o Autor

Jornalista de formação, amante do futebol por paixão e corneteiro por vocação. Apresentador do canal Desimpedidos. Comanda o Bolívia Talk Show.

Sobre o Blog

As opiniões do personagem não refletem necessariamente a opinião do homem por trás da máscara. Mas quase sempre sim.

Mais Blog do Bolívia