Topo
Blog do Bolívia

Blog do Bolívia

Categorias

Histórico

Tá com toda cara de Gre-nal na final da Copa do Brasil

Bolívia

14/08/2019 23h42

Antes do jogo eu avisei no Twitter:

Teve gente que riu, fez piada e pouco caso. Quando o Everton botou a bola com a mão na cabeça abençoada do bebezão, eu voltei pra cobrar e avisar: hoje vai ter balada em Porto Alegre! O passe do Cebola foi um lance livre e a testa do Balada, a cesta. Perfeito.

Logo depois, outra bola na mesma cabecinha, no segundo pau. Nem precisou pular. Era só fazer. Vai, André, se consagra! Porra, André… Perdeu. Mas depois de um jejum de 9 jogos, vamos pensar no copo meio cheio, né? Ainda estava 1 a 0 pro Grêmio. O Athletico chegou uma vez no 1-2 com pivô do Marco Ruben pro Cirino. Ele chutou firme, mas a bola pegou na trave.

No segundo tempo, Matheusinho continuou mandando na meiuca. Bruno Guimarães teve atuação apagada. O Furacão ensaiou uma pressão, ficou com a bola, arriscou uns chutes de fora da área, mas aí veio uma falta pro Grêmio lá do meio da rua. Santos inventou uma barreira bem nada a ver. Resolveu ser o diferentão. Armou ela no meio, foi pra um canto e deixou o outro aberto. Jean Pyerre, bem demais no jogo, bateu bem ali e o goleiro aceitou.

André ainda ficou na cara do gol e perdeu mais um. Alisson fez linda jogada, conseguiu o mais difícil e errou o mais fácil na hora do arremate ou do passe pra quem estava livre. O Athletico volta a Curitiba com uma missão difícil: reverter o resultado de 2 a 0 contra. Mas o prejú poderia ter sido muito maior se não fossem os gols perdidos pelo Grêmio na sua arena.

É, Brasil, ainda tem o jogo de volta. Futebol é aquela velha coisa traiçoeira. Mas que tá com uma carinha de Gre-nal na final, isso tá. Quem não torce pro Cruzeiro ou pro Athletico deve estar torcendo pra acontecer. Eu tô!

Sobre o Autor

Jornalista de formação, amante do futebol por paixão e corneteiro por vocação. Apresentador do canal Desimpedidos. Comanda o Bolívia Talk Show.

Sobre o Blog

As opiniões do personagem não refletem necessariamente a opinião do homem por trás da máscara. Mas quase sempre sim.

Mais Blog do Bolívia