Topo
Blog do Bolívia

Blog do Bolívia

Categorias

Histórico

5 motivos para acreditar em Sampaoli

Bolívia

07/02/2019 13h17

Antes do Santos tomar aquele sacode do Ituano, eu liguei pro Renato, executivo de futebol do Peixão. Um dos caras mais educados que conheci no futebol. Gente finíssima. Eu queria saber o que tinha feito o grupo desacreditado do Santos já ter conseguido botar em prática a filosofia do Sampaoli no clássico contra o São Paulo, e ele me ajudou a eleger os 5 pontos que fazem do argentino um treinador diferenciado.

Treinos mais curtos e intensos. Foto: Ivan Storti/Santos FC

No finalzinho da conversa, como se estivesse prevendo a goleada que sofreria no domingo, e justo de 5, o ex-volante disse: "Às vezes, o time vai oscilar. Quando vierem os resultados negativos, o grupo tem que reagir e saber que essa ideia que ele colocou é a melhor para o Santos brigar por títulos nesse ano".

Pois o resultado negativo veio, e daquele jeito! Logo um pau histórico, e aí vieram as primeiras desconfianças. No futebol é assim – ganhou, é um gênio; perdeu, é um lixo! Nada como uma goleada a favor na sequência pra seguir confiante, um 7 a 1 (calafrios) no Altos-PI. Ainda é cedo para tirar conclusões sobre o trabalho do cara, para o bem e para o mal. Mas já deu pra ver que o método de trabalho do Sampaoli é bem diferente da maioria dos treinadores brasileiros, como o próprio Renato me contou:

1) DEDICAÇÃO

"Ele se mostrou muito dedicado desde o primeiro dia. Respira futebol, assiste a todos os jogos, estuda e pergunta sobre os adversários. Além disso, está sempre muito atento ao mercado para a possibilidade de novas contratações".

2) OUTRO JEITO DE TREINAR

"Os treinos do Sampaoli são mais curtos, duram menos do que o habitual. Mas o ritmo é outro, muito intenso mesmo. Ele exige demais, tanto na parte física como na parte tática. Os jogadores entenderam isso e já entram em campo sabendo o que precisam fazer. É automático"

3) RESPEITO

"Quando um técnico jovem propõe um esquema, os jogadores procuram comprar. Mas quando é um cara que tem um nome conceituado no mundo todo, compram mais ainda. Existe o respeito e a admiração, pelo histórico e pela projeção mundial. O jogador pensa que, se daqui uns anos o Sampaoli estiver em um clube fora do Brasil, poderá levá-lo por já conhecer e saber do que ele é capaz"

4) INSISTÊNCIA

"O Sampaoli não é um cara que muda sua filosofia de jogo de acordo com uma situação específica. Ele acredita naquela fórmula e insiste na ideia dele até o final, até dar certo. No Brasil, o único treinador que tem um conceito parecido, de posse de bola e muita pressão, é o Fernando Diniz"

5) DÁ MORAL

"Ele chegou perguntando sobre as características de todos os jogadores, pra saber como lidar. Por exemplo, o Jean Mota não teve tanta oportunidade como meia no ano passado, ficou cobrindo mais a lateral-esquerda. A torcida pegou no pé, mas o Sampaoli ficou impressionado com ele nos treinos. Teve uma conversa particular sim, e isso deve ter motivado o jogador. Ele começou o ano bem, com gols. O Jean passou a ter mais confiança nele mesmo também, isso partiu dele e do técnico"

Sobre o Autor

Jornalista de formação, amante do futebol por paixão e corneteiro por vocação. Apresentador do canal Desimpedidos. Comanda o Bolívia Talk Show.

Sobre o Blog

As opiniões do personagem não refletem necessariamente a opinião do homem por trás da máscara. Mas quase sempre sim.

Mais Blog do Bolívia