Topo
Blog do Bolívia

Blog do Bolívia

Categorias

Histórico

O ano do São Paulo começa hoje na Argentina

Bolívia

06/02/2019 07h52

Esqueça a Florida Cup, as vitórias contra pequenos no Paulista e a derrota para o Santos no clássico. O ano do São Paulo começa de verdade hoje, contra o Talleres, na Argentina. Em um estádio raiz digno de Desafio ao Galo lá em Montevidéu, o jogo do Atlético foi mais duro do que parecia, como previ no post de ontem. E é bom o Tricolor Paulista entrar com mais atenção e maior intensidade do que o Galo, já que a temporada depende muito disso. E sabe por quê?

Porque o torcedor são-paulino tem uma fixação especial pela Libertadores, aquela namorada antiga com quem ele viveu suas maiores alegrias. A grande paixão de sua vida, mas que o largou e foi dar uns pegas em outros por aí. Inter, Santos, Corinthians, Atlético Mineiro, Grêmio… Lá se vão 14 longos anos de má administração desde aquele 4 a 0 sobre o Furacão em 2005, gols de Amoroso, Fabão, Luizão e Tardelli. De lá pra cá o SPFC foi se apequenando, deixou de disputar as principais taças internacionais, e a torcida se recusa a se acostumar com a falta de títulos. Nem mesmo a Sul-Americana de 2012, uma espécie de Libertadores genérica, foi capaz de matar essa saudade.

O torcedor espera ansiosamente que seu time volte a ser temido, que volte a ser aquele velho tricampeão da América e mundial. Aliás, o único tri mundial do Brasil. Ano passado, sentiu o gostinho de campeão com a liderança durante algumas rodadas do Brasileirão. Mas mesmo o são-paulino mais otimista não confiava tanto assim no time como podia fazer de 2005 a 2008, quando o clube dominou o Campeonato Brasileiro.

O São Paulo pode ser considerado a maior incógnita deste começo de ano. Contratou o ídolo Hernanes e apostou alto no Pablo, mas algumas peças ainda geram desconfiança, a começar pelo técnico André Jardine. No gol, Tiago Volpi sofre com a eterna sombra de Rogério Ceni e o trauma deixado por Dênis e Sidão. Nenê já foi amado e odiado, Diego Souza idem. Por isso essa Pré-Libertadores tem tanta importância. Se passar bem pelo Talleres e chegar à fase de grupos, todo mundo ganha confiança e moral com o torcedor. Perder e cair fora não pode nem passar pela cabeça de ninguém, senão essas cabeças vão rolar, pode ter certeza!

Provável time que entra em campo: Tiago Volpi; Bruno Peres, Bruno Alves, Arboleda e Kingnaldo; Jucilei, Hudson e Profeta; Nenê, Everton e Pablo.

 

 

Sobre o Autor

Jornalista de formação, amante do futebol por paixão e corneteiro por vocação. Apresentador do canal Desimpedidos. Comanda o Bolívia Talk Show.

Sobre o Blog

As opiniões do personagem não refletem necessariamente a opinião do homem por trás da máscara. Mas quase sempre sim.

Mais Blog do Bolívia